sábado, 22 de março de 2008

ÁGUA - UM BEM QUE ESTÁ SUMINDO DA TERRA


Neste dia mundial da água, 22 de março, vim aqui para lembrar que o problema da sua escassez no mundo começa a trazer preocupações para os principais governos A demanda pelo líquido está crescendo em um ritmo vertiginoso e insustentável. Nos últimos quarenta anos o consumo de água quase que quadruplicou. Isso também está ligado ao crescimento da população do planeta bem como à criação de novas técnicas de irrigação, inclusive com o aprimoramento dos processos industriais.

Pesquisas recentes da ONU assinalam que mais de 70% da água consumida no mundo vai para a agricultura, 20% para a área industrial e o restante 10% o homem utiliza em seu próprio benefício. A ONU também mostra em seu "Informe Mundial sobre o Desenvolvimento dos Recursos Hídricos" que o uso indiscriminado da água potável do mundo vai fazer com o líquido diminua mais do que gradativamente. Tanto isso é verdade, que muitos países árabes, localizados nas áreas mais secas do planeta, já estão importando água potável a preços maiores do que os do petróleo que exportam.

A escassez de abastecimento, hoje, já alcança um total de 26 nações em todo o planeta. Segundo o informe, nos próximos vinte anos a média mundial de abastecimento de água por habitante diminuirá em um terço. Por conta disso, as previsões para o futuro são sombrias. Nenhuma região do planeta poderá evitar as repercussões da crise que atingirá todos os aspectos da vida, desde a saúde até a capacidade das nações de alimentar seus cidadãos.

A continuar do jeito que está o consumo indiscriminado, as previsões para o futuro são de fome, doenças e guerras. Nas décadas de 60 e 70, os especialistas, historiadores, economistas etc previam que o principal causador de um conflito armado internacional de proporções mundiais no Século XXI seria o petróleo, porém, a ameaça vem de outro plano. A água potável do planeta pode se tornar tão escassa ao ponto de causar guerras.

O interessante é que muita gente pensa que o planeta Terra é autosuficiente em água. Aí é que se concentra a falácia e se origina o perigo. Realmente, todos os livros de geografia dizem que nosso planeta em dois terços é formado só de água. Mas então aparece a verdadeira face. Nem todas as águas da Terra são próprias para o consumo da população.

A água dos oceanos soma 97% em todo o planeta, mas é imprópria para ser bebida ou aproveitada em processos industriais. O gelo recobre cerca de 1,75% da Terra e cerca de 1,24% das águas estão em rios subterrâneos, no interior do planeta. Assim, a população de mais de seis bilhões de pessoas tem apenas ao seu dispor 0,007% de água própria para consumo humano.

Juntemos a isso a falta de conscientização humana que leva a despejar lixo e esgoto sanitário nos rios. As indústrias também jogam todo tipo de detritos e materiais venenosos, comprometendo a pouca água que existe para o consumo humano. Tem que haver mais conscientização. O desperdício e a poluição têm de ser evitados.

3 comentários:

MARFD disse...

belo texto tio, belíssimo,
no próximo clássico estarei c o senhor na ilha
abraço

MARFD disse...

é felipe

MARFD disse...

filho de mozart