quinta-feira, 12 de junho de 2008

SPORT É CAMPEÃO! SPORT, SPORT! SPORT!


No dia 13 de maio deste ano vencedor para todos nós rubro-negros, eu escrevi o seguinte neste blog: não vivemos dos louros das vitórias de outros tempos como alguns rivais vivem. O presente rubro-negro de hoje é o futuro dinâmico do amanhã. Neste ano de 2008 conquistamos mais um tricampeonato e completamos o número recorde de 37 títulos no futebol de Pernambuco. Clube nenhum deste Estado chega perto dessa caminhada vitoriosa, e alguns só podem se vangloriar de velhas conquistas, como se fossem fatos recentes. O Sport não! O Sport Club do Recife vive e caminha sob os louros de vitórias mais do que atualíssimas. Possui um passado vitorioso, mas não vive dentro de uma memória dinossáurica, pois o seu presente de vitórias vai construir ainda mais o futuro desta nação de vencedores.

O capitão Durval eleva aos céus o troféu de campeão do Brasil

Hoje, na comemoração desta histórica conquista de âmbito nacional – CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL DE 2008 - as palavras se tornam irrisórias. A emoção manda e desmanda dentro do cérebro de todos nós amantes do Sport Club do Recife. As imagens da vitória de minuto a minuto, como em câmara lenta, atravessam nossa massa cinzenta como a dizer que os herdeiros de Felipe Camarão e de Frei Caneca, sediados na Ilha do Retiro, conseguiram mais uma vez elevar o nome de Pernambuco no mais alto pódio e libertar Pernambuco do preconceito dos suleiros.

Nelsinho Batista, o grande comandante


Hoje, novamente se confirma a máxima de que a turma é mesmo boa, e que por ela o Sport se assegura como o eterno vencedor do futebol pernambucano, sem dever favores a ninguém. O nome de Pernambuco é mais uma vez exaltado por bravos guerreiros. É o Sport, imortal, imortal, que exalta essa terra de brava gente contra os preconceitos dos suleiros de lá de baixo do mapa do Brasil. Novamente repito: o Sport caminha sobre conquistas gloriosas e atuais e seu presente de vitórias está a construir um futuro vencedor para nossos filhos e netos. Para aqueles que sabem escolher seus rumos.

Nossa tradição de glórias ganhou mais um reforço neste 11 de junho

E agora temos de levar em conta a nossa torcida! A NOSSA GRANDIOSA TORCIDA! Ela que leva o time a se superar em campo. Ela que faz os atletas buscarem dentro de si próprios algo mais, muito mais do que poderiam dar em outros clubes. Parabéns torcida maravilhosa! Porém, os heróis principais e que vão ficar em nossa história já estão marcados para sempre no coração de todos os rubro-negros.

Magrão, Cléber, Luizinho Neto, Diogo, Igor, Durval, César, Gabriel, Elias, Dutra, Fábio Gomes, Daniel Paulista, Sandro Goiano, Everton, Júnior Maranhão, ROMERITO, Bia, Luciano Henrique, Kássio, CARLINHOS BALA, Enilton, Leandro Machado, Roger, Reginaldo... ESTAMOS NA LIBERTADORES DA AMÉRICA/2009! Na frente de todos os nossos rivais pernambucanos e nordestinos. TORCER PELO SPORT É RELIGIÃO! É PAIXÃO! É VIDA!
TIME QUE ENTROU EM CAMPO: Kássio, Luciano Henrique, Dutra, Carlinho Bala, Magrão, Ígor, Daniel Paulista, Sandro Goiano, Diogo, Leandro Machado e Durval

Carlinhos Bala enviou o balaço da história

Romerito jamais será esquecido

Grito e grito e grito: SOU CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL! SOU O PRIMEIRO DO BRASIL HOJE!

Um comentário:

An@ disse...

É isso ai grande rubronegro entre todos os grandes. Por que não existe maior torcida, não existe nada mais forte e vibrante do que nós unidos numa só voz, gritando CAZÁ, CAZÁ, CAZÁ!!!!
Estamos de parabéns. Venceu a garra, a determinação, a humildade, a zebra, o melhor .... pq somos os melhores, mesmo que a midia sulista queira tirar o brilho da nossa conquista. Comentaristas e arbitros no SPORTV foram unanimes em afirmar que não houve impedimento no gol do Carlinhos Bala e muito menos penalti no Acosta. Até que enfim um juiz sóbrio e honesto no quadro da FIFA.
Somos campeões e estamos na Libertadores, queiram ou não os senhores jornalistas como o Cleber Machado, corinthiano por derradeiro. Agora ele vai ter que transmitir os jogos da serie B e torcer para seu timinho voltar a elite do futebol brasileiro.